Orientação do Procon Chapecó sobre a greve dos bancos

Orientação do Procon Chapecó sobre a greve dos bancos

Diante da Greve Bancária, a qual teve início no dia de hoje terça-feira (06), que ocorre por tempo indeterminado em Santa Catarina e demais estados brasileiros.

Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor de Chapecó alerta os consumidores acerca dos meios que eles têm para honrar com seus compromissos, uma vez que a paralisação não exime o consumidor de pagar suas contas até o vencimento.

Para o pagamento das contas até a data de seu vencimento, se orienta que as mesmas podem ser pagas em caixas eletrônicos, correspondentes bancários, débito em conta, internet banking, entre outros.

Todas as prestações, boletos, cartão de crédito, entre outros, que o consumidor não possa saldar por conta da greve, não poderão ser acrescidas de juros, multas, ou qualquer acessório.

No caso das faturas de cartão de crédito, os consumidores devem entrar em contato com as centrais de atendimento para solicitar o código de barras para o pagamento via internet, nos caixas eletrônicos ou nas lotéricas.

Para as pessoas que têm contas atrasadas de tarifas públicas como água, telefone e energia elétrica, a orientação é ligar para as empresas e negociar uma forma de pagamento. Essas contas poderão ser quitadas em qualquer banco.

É importante ressaltar que o consumidor tem estas opções para efetuar o pagamento, mas se ele não tiver acesso a estes meios de pagamento não irá pagar multas ou juros, justamente por ser caso de força maior.

Alternativa: Solicitação de outras opções de pagamento

Como alternativa, a orientação do presente órgão é que os consumidores procurem as empresas que emitiram as faturas para pedir outras opções de pagamento. O comparecimento à sede da empresa e o pagamento em lotéricas ou pela internet,codigo de barras para pagamentos caixas  eletronicos  por exemplo, podem estar entre as opções oferecidas.

O consumidor deve documentar o pedido feito às empresas, enviando um e-mail ou anotando um número de protocolo de atendimento telefônico.

Esse comprovante pode evitar que ele tenha de arcar com multas e outros encargos por atraso no pagamento, caso a empresa não atenda o seu pedido. Se pagar os encargos indevidamente, a recomendação é que ele procure o Procon.

Caso a empresa dê ao consumidor outra opção de pagamento e, mesmo assim, a fatura não seja quitada em dia, ele poderá ter de pagar multa e encargos.

Comentar esta notícia