Procon orienta e lista sites que devem ser evitados na Black Friday Brasil 2015

Procon orienta e lista sites que devem ser evitados na Black Friday Brasil 2015

A partir desta semana, diversos sites nacionais e internacionais iniciam a divulgação das ofertas da Black Friday.

O evento que acontece no dia 27 (sexta-feira) é considerado uma das principais datas para o comércio norte-americano, e, já há alguns anos, no Brasil essa tendência tem se tornado cada vez mais forte.

Por conta disso, pessoas mal-intencionadas aproveitam esse período de grande procura dos consumidores para tentar aplicar golpes. Por isso, é hora de redobrar a atenção. Listamos abaixo quatro dicas para que você não embarque em frias.

Pesquise sobre a loja

Antes de fazer uma compra em um site que você não conhece, procure saber o máximo possível sobre a empresa: é importante verificar se há reclamações sobre a loja em redes sociais e sites especializados. Outra dica é conferir a lista que o Procon-SP mantém atualizada com as lojas virtuais para serem evitadas por já terem apresentado problemas. Também procure se informar sobre as políticas de entrega e de troca da loja. Note que essas regras podem mudar em períodos de promoção, como a Black Friday.

Observe todos os detalhes da página

É importante ficar atento até mesmo a detalhes na própria página da loja, como se em algum lugar consta CNPJ, endereço, telefone e outras formas de contato além do email. Também vale observar a existência de alguns “selos” ou “badges” conquistados pela empresa a partir da avaliação por sistemas como o e-bit, que é baseado em pesquisas com os consumidores sobre a qualidade do site durante o processo de compra, pagamento e também depois da entrega do produto.

Desconfie do que estiver barato demais

Desconfie de ofertas muito absurdas, até mesmo para uma Black Friday, e de sites que exigem pagamento por depósito em conta bancária. Procure sites com sistemas de pagamento seguro e criptografia de dados – verifique na barra de endereços na página de pagamento se aparece https://. em vez de http, pois o https significa que se trata de um ambiente seguro, e isso implica dados criptografados.

Fique esperto

Ao criar seu cadastro na loja virtual, é muito importante não utilizar a mesma senha do seu email, de banco, cartões etc. Essa é uma dica óbvia, mas que sempre vale a pena reforçar, pois a reutilização de senhas é um hábito que parece cômodo e bastante prático, porém é extremamente perigoso e muitas pessoas ainda mantêm esse costume.

Confira aqui a lista do Procon/SP com as lojas virtuais a serem evitadas (http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php)

Comentar esta notícia